DONS ESPIRITUAIS PARA HOJE!

25/05/2012 17:45

TEMA: DONS ESPIRITUAIS

 

TEXTO PRIMEIRA CARTA DE S. PAULO

AOS CORINTIOS CAPITULO 12 VERSICULOS DE 01- 11.

EXORDIO

 

          Dons espirituais relacionam-se com as capacidades sobrenaturais concedidas ao cristão por Cristo, para ministérios especiais.

 

          Os dons espirituais são divididos em três grupos distintos, os quais são 1- Dons de revelação. 2- Dons de poder. 3- Dons de inspiração.

 

I – Dons de revelação.

 

1) - Palavra da ciência ou dom de conhecimento.

 

A – É a revelação de algum fato que só existe na mente de Deus, e pode se manifestar: pela pregação de um sermão, mensagem ou homilia, através de sonhos, até mesmo em um aconselhamento pessoal.

 

B – podemos citar alguns exemplos práticos na bíblia da manifestação deste dom: a hipocrisia de Geasí, II Reis 5: 25-27; a samaritana que foi convencida Jô 4: 18,19,29; Ananias e Safira são desmascarados  diante dos apóstolos Atos 6:3.

 

2) - Palavra da sabedoria.

 

A – É uma palavra, uma declaração e até mesmo uma ação de sabedoria sobrenatural sem que a pessoa tenha adquirido essa capacidade secularmente.

 

B - Não depende de habilidade cultural.

C – Esse dom se aplica tanto ao ensino da doutrina bíblica quanto a solução de grandes problemas ou dilemas da vida cotidiana, ex: o caso que o sábio rei Salomão resolve entre duas mães I Reis 3:5-9; 16-28.

 

3) – Discernimento de Espíritos.

 

A - Tem como principal objetivo revelar a procedência da obra realizada por alguém, se tal obra é de Deus ou não.

 

B – Nunca se destina a revelar pecados ocultos, orientar ou predizer o futuro de alguém.

C – Também tem como objetivo conhecer se alguma manifestação espiritual procede de Deus de homens ou até de demônios, ex: Esse dom se manifestou no ministério do apostolo Paulo quando ele reconhece e expulsa em nome de Jesus um espírito demoníaco lisonjeiro e de adivinhação Atos 16:16-18; existem outras referencias que podem ser consultadas: I Sam. 28:8; Ez. 13:9; 21:29; Miq. 3:11.

 

D – Em minha experiência pastoral posso dar inúmeros testemunhos de fatos que presenciei e que posso afirmar categoricamente que são manifestações malignas.

 

 

 

 

II – Dons de poder.

 

1) – Dons de curar enfermidades e doenças.

 

A – Existe uma variedade de operações deste dom, por esta razão nos o vemos no plural e não no singular.

 

B – Um ministro do Senhor ou um simples cristão que seja agraciado com esse dom pode não ter a capacidade de curar todos os tipos enfermidades e doenças, compare, por exemplo, Atos 28:8 com II Tm 4:20.

 

2) – Dom de operação de milagres ou maravilhas.

 

A – Por operação de milagres ou maravilhas, entende-se todo e qualquer tipo de fenômeno sobrenatural que altere um lei natural pré-estabelecida.

 

B – Este dom é operado especialmente em conexão no conflito existente entre Deus e Satanás. At 13: 9-11

 

C – Podemos ver também exemplos da manifestação deste dom em vários outros acontecimentos bíblicos: Ananias e Safira morreram por mentirem ao Espírito santo que estava sobre os apóstolos. Atos 5:1-10; o profeta Elizeu milagrosamente faz com que o azeite na botija de uma viúva seja multiplicado. II Reis 4:1-7; o profeta Elias faz descer fogo do céu diante dos profetas de baal e de todo Israel I Reis 18:22-38; Lazaro foi ressuscitado mesmo depois de 4 dias que estava morto, pela lógica seu cadáver já estava em decomposição; João capitulo 11.

 

3) Dom da Fé (etimologicamente falando a palavra fé é oriunda do grego pistis) que quer dizer crer.

 

A – Existem vários tipos de Fé: fé humana, fé comercial, fé salvadora, fé viva que é a esperança, fé morta sem obras, fé como conjunto de doutrinas, por exemplo, o fulano de tal aceitou a fé e etc.

 

B – O dom da fé envolve uma forma de crer sobrenatural, Hebreus capitulo 11 ilustra de forma bem completa esse tipo de fé, pois foi com essa fé que os grandes heróis da fé foram dotados no passado e muitos crentes precisam experimentar buscar de Deus esse dom maravilhoso.

 

D – Essa fé envolve uma certeza sem sombras de qualquer duvidas da capacidade de Deus agir no momento exato.

 

III – Dons de inspiração ou de falar sobrenaturalmente.

 

1) – Variedades de Línguas.

 

A – É a capacidade de falar em outras línguas sobrenaturalmente, mesmo sem nunca ter estudado ou freqüentado uma escola de idiomas.

 

B – A dois departamentos nesse dom os quais são: Glossolalia ou línguas idiomáticas ou inteligíveis e Logolalia línguas estranhas, ou seja, língua espiritual ou celestial, se estudarmos cuidadosamente o capitulo 14 da primeira carta do apostolo são Paulo a igreja de Corinto cidade Grega, entenderemos pormenorizadamente esse dom do Espírito Santo.

 

C – Os idioma todos nós sabemos para que serve, más as línguas estranhas servem para falar de mistérios espirituais com Deus, I Cor. 14:2; para edificação individual, I Cor. 14:4; é classificada como uma boa oração a Deus, I Cor. 14:14; as línguas podem complementar o culto e podem ser devocionais ou congregacionais.

 

2) – Interpretação das línguas.

 

A – Esse dom depende do dom de línguas é claro, pois sem a manifestação de línguas certamente não haverá a manifestação desse dom.

 

B – O ensino de que línguas estranhas mais interpretação é igual à profecia, não se harmoniza com a doutrina bíblica, pois quem fala em língua estranha fala a Deus e não aos homens, e é uma oração boa conforme I Cor. 14:14.

 

C – E de se esperar que quando há uma manifestação de interpretação de línguas, tal interpretação seja fiel e seja uma interpretação de uma oração a Deus e não uma profecia, pois desta forma o dom da profecia seria invalido, certamente uma oração a Deus em línguas estranhas também edificará a igreja e tudo deve ser feito para a edificação da igreja, I Cor 14:5.

 

3) – Dom da Profecia (etimologicamente a palavra tem sua raiz no Hebraico Nabí e no Grego Profethes) que significa pessoa que fala em nome de outra.

 

A – Existem dois métodos na transmissão da profecia, o método mecânico e o método dinâmico. No método mecânico Deus usa o profeta como se esse fosse simplesmente um microfone suas faculdades mentais ficam totalmente sujeitas ao Espírito de Deus na transmissão da mensagem, já no método dinâmico o profeta recebe a mensagem de Deus e a transmite com suas próprias palavras usando totalmente suas faculdades mentais. No primeiro o profeta é totalmente passivo e no segundo é especificamente ativo.

 

B – Os cristãos que não tiveram a experiência do batismo com o Espírito Santo, que pertencem às igrejas tradicionais ou históricas as quais repudiam sem provas bíblicas o exercício dos dons para hoje, defendem a idéia de que a profecia nada mais é do que a homilia, mensagem ou pregação da palavra, porém a bíblia quando fala de anunciar o evangelho, doutrinar a igreja ou ensinar a quem quer que seja assuntos bíblicos, jamais usa o termo profetizar. Mat. 28:19; Mc 16:15; I Cor 1:21

 

C – A profecia tem um objetivo especifico de exortar, consolar e edificar aquele que a recebe. I Cor. 14:3, e também a igreja.

 

 

 

 

 

 

CONCLUSÃO

 

 

          Os dons Espirituais servem tanto para o desenvolvimento individual do cristão como da igreja em geral, porem o apostolo Paulo diz que devemos procurar com zelo os dons espirituais, I Cor 12:31 e como disse o próprio Senhor Jesus Cristo: E estes sinais seguirão aos que crerem: Em meu nome expulsarão os demônios; falarão novas línguas; Pegarão nas serpentes; E se beberem alguma coisa mortífera, não lhes fará dano algum; e porão as mãos sobre os enfermos, e os curarão, Mc 16:17,18. Nas palavras do Senhor Jesus vemos uma relação profunda com o que ensina o apostolo Paulo sobre os dons espirituais, e não resta nenhuma duvida de que os dons do Espírito Santo foram para ontem, são para hoje e só encerrarão seus propósitos no dia que vier o Aquele que é perfeito. I Cor. 13:8-13.

 

 

Autor: Bispo Adolfo Batista Teodoro Junior

 

Email adolfobtjr@gmail.com

 

Contato

Igreja Anglicana Ortodoxa no Brasil Rua 13, Q. 04, L. 11 n. 625, Alto da Boa Vista, Corumbá de Goiás GO. CEP 72960-000
http://santissimatrindadecaruaru.blogspot.com.br/

61-992369389 adolfobtjr@gmail.com